Gaivota Naves

“Dar a mão à morte para dançar é realmente se desfazer do ego de uma maneira absoluta”

Aos 30 anos de idade, Gaivota Naves enfrentou duras batalhas e possui na arte e na música uma forma de encontrar motivação diária. Parte de inúmeros projetos culturais importantes da cidade, ela conversou com a Revista Seca sobre presente, passado e futuro

14 de junho de 2018