Com Pimenta

“Pérola Negra, te amo”

Foto: Paulo Vasconcellos/Coleção Nelson Motta/Acervo MIS

A coluna estava para ir ao ar quando recebi a notícia: Luiz Melodia morreu. Confesso que até agora estou aqui meio zonza, com o coração apertado e o rosto molhado. Não dá para segurar as lágrimas.

É tanta gente partindo…Vander Lee, Belchior, Almir Guineto, Orlandivo (da linda “Onde anda meu amor”, sabe?), e agora Melodia. Em tempos tão temerosos, se não for a arte, o que vai nos salvar?

Confira as minhas dicas para as próximas semanas, mas não sem antes relembrar Melodia, poeta sábio, que deixou valiosas heranças para a gente:

“Rasgue a camisa, enxugue meu pranto

Como prova de amor mostre teu novo canto

Escreva num quadro em palavras gigantes

Pérola Negra, te amo, te amo”

 

Amor, meu grande amor

Já estão à venda os ingressos para “L, O Musical”, no Centro Cultural Banco do Brasil. O espetáculo mostra a história de uma autora de novelas radiante com o sucesso do folhetim, o primeiro a ter um triângulo amoroso formado por mulheres. Entretanto, a chegada de algumas notícias muda o destino da autora e do elenco. Os ingressos custam R$ 10 (meia) e estão à venda na bilheteria do CCBB e no site UP Ingressos.

Dream team

A equipe de “L, O Musical” é luxo só. A dramaturgia e direção é de Sérgio Maggio (“Eu Vou Tirar Você Deste Lugar – As Canções de Odair José”) e a direção musical, de Luís Filipe de Lima (“Sassaricando”). Ellen Oléria, Elisa Lucinda, Gabriela Correa, Luiza Guimarães, Renata Celidonio e Tainá Baldez compõem o elenco.

Itinerante

De Brasília, o musical voa para os CCBBs de outras capitais: 25 de outubro, no Rio de Janeiro; 6 de janeiro, em São Paulo; e 15 de março, em Belo Horizonte.

Ocupa e resiste

A turma do samba já sabe: toda segunda-feira é dia de Samba do Marola no Conic. No sábado, dia 12 de agosto, o coletivo parte para a área externa da Funarte com a Ocupação Vysû. Além de música, a ocupação terá espetáculos, oficinas, área para crianças, encontro de food trucks e exposição de artesãos locais. Oito horas de programação e tudo de graça!

Tudo novo de novo

O cantor (Paulinho) Moska faz única apresentação em Brasília em 23 de agosto, às 20h, no Pátio Brasil. O set list deve ser formado por músicas do trabalho mais recente e sucessos como “Pensando em você” e “A idade do céu”. A noite também terá o som da cantora Kell Smith. Entrada franca. Informações aqui.

Mudança

A chef e apresentadora Bela Gil, que se apresentaria dia 3 de agosto na aula-show Tempero Meu do projeto Na Praia, teve a participação transferida para o dia 17 de agosto. Inscrições aqui.

É samba que eles querem

No dia 24, o Na Praia recebe a cantora Renata Jambeiro – convidando Diogo Nogueira. Ingressos a R$ 10 (meia-entrada). Informações no site Te Vejo Na Praia.

Acasos

“TecnoMagia” é a nova montagem do Grupo Liquidificador. A dramaturgia da peça é construída em cada sessão a partir de três cartas tiradas na sorte pelo público. As cartas trazem figuras como O Monstro, Stalker, Vidente, A TecnoMagia… Depois que as cartas são tiradas, o espetáculo acontece no improviso! De 8 a 13 de agosto, sempre, às 20h, no Espaço Matriz (713 Norte). Ingressos: R$ 15 (meia). Informações: 99633- 8711.

SCS

O músico Felipe Cordeiro e os grupos Metá Metá, Eddie e Muntchako são algumas das atrações do Festival Criolina – 1º Edição. Dia 12 de agosto, no Setor Comercial Sul. Ainda há ingressos promocionais.

Brasil – EUA

O nome do espetáculo “Saguibatu” explica sua essência: é a junção das primeiras sílabas de cada elemento que fazem parte do projeto (sapateado, guitarra, bateria e tuba). Nessa mistura de dança e música, artistas brasileiros e norte-americanos passeiam pelo jazz, funk, choro, pop e outros ritmos. De 18 a 20 de agosto, no Teatro da Caixa. Ingressos na bilheteria da Caixa à R$ 10 (meia).

Enredo do meu samba

O cantor e compositor Jorge Aragão é o homenageado da próxima edição do projeto Samba na Rua. No repertório de Fernanda Jacob e Diego Pedigree, “Coisa de pele”, “Malandro” e “Lucidez”, entre outros sucessos do carioca. Dia 12 de agosto, às 21h, no Círculo Operário do Cruzeiro. Ingressos a R$ 10.

Maratona

Sábado, 5 de agosto, é o primeiro dia de apresentações do Festival COMA. São mais de 50 shows na área central da cidade (Funarte- Clube do Choro – Planetário – Centro de Convenções). Ataque Beliz, Emicida e Jaloo são algumas atrações do sábado. No domingo, a maratona de shows começa ao meio-dia. Às 19h55, tem Far From Alaska, seguidos de Donatinho, Scalene e Lenine, entre outros. Ingressos no site do evento.

Afrontamento

No último 31 de julho, Marta Carvalho recebeu o 4º Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras (Prêmio Afro), no Teatro Rival (Rio de Janeiro). Entre mais de 400 trabalhos inscritos, o projeto “Liberdade Assistida” foi um dos vencedores da categoria Artes Cênicas. O prêmio consagra o retorno aos palcos da produtora cultural –ao lado de uma equipe (dramaturgia e trilha sonora, etc.) totalmente negra.


Maíra de Deus Brito

4 de agosto de 2017